Marco Carbonari responde: Pisar nas uvas é um processo higiênico?

Marco Carbonari é um empresário apaixonado pelo mundo dos vinhos e tudo que o engloba, sua paixão foi tamanha que tornou-se especialista no assunto, bem como proprietário de uma vinícola no interior do estado de São Paulo, a Villa Santa Maria. Sendo assim, imbuído de conhecimento sobre o tema de vinhos, o empreendedor fala à nossa redação sobre o processo de pisa das uvas e suas características.

A pisa das uvas é uma tradição muito enraizada em diversas regiões do mundo, repleta de história, esse processo ainda é praticado como rememoração de uma época ou simplesmente apelo histórico, emocional etc. Dessa maneira, o especialista em vinhos, Marco Carbonari, fala mais sobre essa dinâmica:

Atualmente, esse processo é feito com o auxílio de máquinas e ferramentas próprias, porém, o processo de pisar nas uvas destaca-se pois, desse modo, há o esmagamento das uvas sem necessariamente quebrar as sementes contidas nas uvas. Dessa forma, através desse processo há um vinho imbuído de qualidade e sabor.

A pisa das uvas é feita, obviamente, descalço, pois assim a uva será esmagada de uma forma delicada e sutil se comparada a processos industriais, narra o empresário Marco Carbonari. Além disso, é fruto de uma cultura oriunda de tradição, a que se deve respeito e admiração.

Contudo, se porventura surgirem dúvidas em relação à higienização desse processo e o consequente substrato da uva, a resposta é a seguinte: tudo ocorre dentro do padrão de higiene imposto, em que o pé é submetido a produtos desinfetantes e, posteriormente, devidamente lavados em água corrente para que haja a limpeza adequada, enfatiza Marco Carbonari. Portanto, não há motivos para ter receio quanto à higienização da pisa das uvas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui