Vantagens e desvantagens de fazer aplicações em renda variável

Márcio Alaor de Araújo
Márcio Alaor de Araújo

Se você é novo no mundo dos investimentos ou não sabe muito sobre investimentos em renda variável, este artigo é para você! Aqui, Márcio Alaor de Araújo, empresário, explicará o que é essa modalidade de investimento e quais são suas vantagens e desvantagens.

Para quem não sabe, renda variável consiste num tipo de aplicação cujos rendimentos podem ou não ser positivos. Isso quer dizer que, diferente dos investimentos em renda fixa, nesse tipo de investimento não é dimensionado o retorno de capital. Desse modo, é importante que você saiba, então, quais são as vantagens e desvantagens do mesmo:

  1. Vantagens

Uma das maiores vantagens dos investimentos em renda variável, de acordo com Márcio Alaor de Araújo, é que você pode fazer operações em qualquer prazo (diferente da renda fixa). Além disso, você pode comprar ativos de modo totalmente online, precisando ter, apenas, acesso a uma rede de internet. 

Outrossim, de acordo com o empresário, é o recebimento de proventos, ou seja, benefícios distribuídos pelas empresas aos seus acionistas. Esses podem ser através de dividendos, aluguéis ou Juros sobre Capital Próprio. 

  1. Desvantagens

Desse modo, então, Márcio Alaor de Araújo explica que a principal desvantagem ao se fazer investimentos em renda variável é o risco. Isso porque ocorrem muitas oscilações entre os ativos, principalmente se considerar um curto período de tempo.

Por fim, o empresário acredita que esse não deve ser um fator decisivo para não fazer investimentos assim, pois é totalmente possível, com estudos e atenção, conseguir bons resultados com renda variável. Desse modo, ele complementa que tanto as vantagens quanto desvantagens são influenciadas, acima de tudo, pelas suas escolhas pessoais, portanto, estude e, se for o caso, invista em ajuda especializada para cuidar dos seus investimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui