Você sabe como surgiu o famoso Bandeirante da Embraer?

A Embraer, com sede em São José dos Campos, é um orgulho nacional, afirma Fernando Siqueira Carvalho. Hoje é formada por um conjunto de empresas, de caráter transnacional, globalizando de forma branda sua produção de aviões.

Foi fundada em 1969, com o objetivo de formar uma produção em série e brasileira, tendo em vista a política de substituição de importações, dessa forma, desenvolvendo a indústria brasileira. Essa iniciativa do governo angariou bons resultados, sendo a Embraer uma renomada companhia fabricante de diversos modelos de aviões para diversos usos, atraindo olhares do mundo todo.

Foi nesse contexto que surgiu o Embraer EMB-110, popularmente conhecido como “Bandeirante”, avulta Fernando Siqueira Carvalho. Encabeçado por Ozires Silva, o projeto resultou em uma aeronave de uso civil e militar, capaz de suprir as necessidades do governo. Com um baixo custo operacional, surgiu com o propósito de interligar regiões mais afastadas do país. Dessa forma surge a Embraer e Ozires assume a presidência da empresa, cargo que ocupou até o ano de 1986.

Essa expansão industrial resultou em um projeto de uma aeronave que, mais tarde, possuiria diversos modelos posteriores e auxiliaria no desenvolvimento de outros modelos. De início, o quadro de funcionários, majoritariamente, era composto por pessoas vinculadas ao Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), tendo Ozires estudado lá também.

Como citado, do Bandeirante resultaram diversas versões, como EMB-110 para transporte militar; EMB-110C para transporte civil; EMB-111 versão destinada ao uso militar, especificamente para patrulhamento marítimo. A história do Bandeirante conta o início da Embraer, ressalta Fernando Siqueira Carvalho, enaltecendo a importância da aeronave.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui